segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

ENTREVISTA COM A BANDA RUINS OF ELYSIUM - O MELHOR DO ROCK, CONFIRA;


Ruins of Elysium é uma banda Epic Symphonic Metal que confia em elementos da música clássica, metal extremo, trilhas sonoras de filmes / videogames, j-rock e até mesmo letras de temas de cultura geek para trazer as músicas mais épicas e pesadas para a vida. RoE difere das outras bandas no estilo, não só pelas quase infinitas influências e tamanhos de sua música, mas pela voz operística do tenor clássico Drake Chrisdensen, sendo uma (se não a única) banda de metal sinfônico que depende exclusivamente de Voz masculina clássica, algo raramente feito no cenário. Juntando a grandeza de trilhas sonoras épicas, guitarras agressivas e tambores acelerados, todos abraçados pelos vocais de Drake, Ruins of Elysium, uma ótima experiência para os fãs de metal sinfônico.

Drake Chrisdensen - Tenor
Vincenzo Avallone - Guitars
Georgia Damigou - Orchestral Production
Filipe Câmara - Bass
Icaro Ravelo - Drums and Synths

CONFIRA EM LOCO A ENTREVISTA;

1-Como surgiu a banda, e qual a vertente? Há quanto tempo estão na estrada? 
Drake: Primeiramente, obrigado pela oportunidade de conceder essa entrevista! 
Bom, o conceito da RuinsofElysium, que é de uma banda de metal extremamente épico cantado apenas por uma voz operística de tenor, era algo que eu tinha comigo a muito tempo. Depois de muito planejamento, apresentamos a banda em 2013 e lançamos nosso primeiro EP em 2014, que foi super bem recebido.

2-Todos os integrantes são os mesmos desde o inicio do grupo? 
Drake: Não, tivemos algumas mudanças. O primeiro EP foi gravado com músicos convidados, alguns seguiram caminhos diferentes depois, deixaram a música ou foram para outros estilos. ORavelo, nosso baterista e tecladista, por exemplo, entrou em outubro de 2016.

3-De onde vieram? 
Drake: Basicamente Brasil e Itália, no momento. Já tivemos integrantes da Holanda e Grécia. Meu sobrenome não me deixa mentir também, parte da minha família é norueguesa, então temos contato com várias nacionalidades dentro da banda. 

4-Conta um vexame que passou em algum show? 
Drake: uma vez, aconteceu um problema com o banco do nosso ex-baterista, meu grande amigo Marcelo França, e tivemos que pausar o show pra ele consertar. Eu comecei a fazer um verdadeiro stand-upcomedy pra distrair a plateia, descobri que tenho uma veia comediante haha.

5-O que foi mais difícil que tiveram que enfrentar com a banda?
Drake: O meio é bem cruel para artistas independentes. Principalmente no metal. PRINCIPALMENTE em um estilo de nicho como o Symphonic Metal. Eu acho que um dos problemas é a resistência do público em conhecer coisas novas. Muita banda excelente acaba tendo quase nenhuma visualização enquanto a galera ouve sempre as mesmas 5 bandas. Depois reclamam que o estilo está morrendo. Não está, está bem vivo, vocês é que não dão o devido valor a ele. 

6-Qual a canção da banda q mais gostam? 
Drake: Daphne
Ravelo: The GreatestJubilee

7-Quantos shows fazem por mês? Qual foi o show mais marcante? 
Drake: não estamos fazendo shows agora porque estamos na parte mais complexa de produção do nosso novo álbum, SeedsOfChaosAndSerenity. O show mais marcante foi quando participamos do concurso Garagem Festival, feito pela Gafanhoto Produções em Belo Horizonte. Lotamos a casa de show e ganhamos o primeiro lugar disparado no concurso, tivemos quase três vezes mais votos que a segunda colocada. Foi muito legal ter recebido esse carinho e reconhecimento.

8-Quais as influencias da banda? Vídeo-games, trilhas sonoras, desenhos.
Drake: Eu sou apaixonado por videogames, então trazer essa paixão para uma banda em que eu sou o vocal e compositor foi algo natural. Séries como Bayonetta, Dragon Quest, Final Fantasy e The LegendOfZelda já inspiraram algumas de nossas canções, sejam na temática ou nas suas épicas trilhas sonoras.. A sinfonia SeedsOfChaosAndSerenity que dá nome ao nosso próximo álbum é toda baseada em SailorMoon. Além disso, causas sociais como combate ao machismo e à homofobia são também muito abordadas pela RuinsofElysium.

9-Como a família reagiu ao saber que escolheram estar no mundo da música? Qual o momento que se descobriram artistas?
Ravelo: Comecei tocando em bandas marciais da escola, essas que desfilam na cidade, por volta de 2001. Durante muitos anos participei apenas das bandas das escolas e foi então, que decidi me especializar. Comecei tocando bateria na igreja, e depois comecei a estudar no conservatório da cidade onde eu morava, algum tempo depois comecei a tocar em bandas de rock, pop, metal e até em alguns bares.
Existem relatos familiares que desde pequeno, já ficava batucando nas panelas de casa, na cama, coisas assim.Passei a estudar piano e teclado onde queria referências de musica erudita e popular para acrescentar no metal. E automaticamente, comecei a pesquisar sobre orquestras e composições orquestrais para poder ter a minha própria banda. 
A minha família não tem uma forte ligação com o mundo da música, tenho uma tia que estudou teclado e outra estudou violino, e em conjunto com a minha avó e a minha irmã, são as únicas que me dão algum apoio.

10-As músicas são os integrantes que as compõe? 
Ravelo: Sim, todas, o Drake geralmente chega com as músicas prontas e meu trabalho é orquestra-las, até por quê quando entrei já estavam todas prontas haha, nos próximos álbuns terei uma participação maior nas composições.

11-Qual o maior sucesso da banda? 
Drake: O nosso EP Daphne teve reviews excelentes no mundo inteiro, então pode-se dizer que foi um sucesso. Em termos de música, creio que a The GreatestJubilee e nossa versão de Butterfly, tema de abertura de Digimon.

12-Já teve alguma loucura de fã pra contar?
Drake: Sim, tive um “affair” com um fã uma vez mas melhor não entrar em detalhes haha.

13-Qual sonho vocês ainda pretendem realizar em relação a banda? 
Ravelo: Poder juntar todos os integrantes no palco e tocar nossas músicas, pra mim é um dos principais sonhos que quero realizar pela banda.
Drake: Gravar um álbum com orquestra e coral. Tocarmos em grandes palcos e ter nossa arte conhecida mundialmente

14-Uma mensagem para pessoas que acompanham o trabalho de vocês?
Ravelo: Quero agradecer por todo o apoio que tem sido dado, é um retorno maravilhoso, e um sonho que está sendo realizado, e vocês são parte essencial disso. Obrigado, de verdade. Avante Sentinels!!
Drake: Ravelo disse tudo. Stayfierce, Sentinels. Obrigado pela força e que venha o SeedsOfChaosAnd Serenity.


Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário