terça-feira, 16 de maio de 2017

Resenha: Profecia do Caos - Pregação da Maldição


Oriunda de Poços de Caldas em Minas Gerais, foi formado em 2014, a banda tem um álbum “ Pregação da Maldição” que foi lançado de maneira independente pela banda em 2017.

A banda apresenta um Death Metal rápida e ao mesmo tempo cadenciado com por exemplo na segunda faixa "Olhos Vendados",Metalcore e até mesmo Hardcore são ouvidos nesse material.As guitarras mostram alguns riff's bons outros nem tão bons assim,e mesmo tendo dois guitarristas a banda não apresenta solos de guitarra no material.A bateria é excepcional e marcante, com alguns metralhadas e linhas bem pesadas.O baixo aparece algumas vezes fazendo mais que a base,como em um solo na ultima faixa "Pregação da Maldição".E o que mais me surpreendeu foi o vocal do Edu Kammer que utiliza um gutural forte,cavernoso,as vezes rasgado e é uma das melhores características da banda .

O material gráfico da banda é comum, com um encarte que apresenta uma foto em grupo da banda,as letras que nem preciso dizer que são excelentes e sua capa comum, porem bonita.Produzido  pela própria banda,a arte gráfica ficou a cargo do guitarrista da banda Fábio Basso.Gravado e masterizado no Studio Athenas,em Poços de Caldas/M.G.

A produção não é la essas coisas,mas um cuidado nunca é demais.Deixei de citar também que a banda canta suas musicas em Português,coisa que esta crescendo em nossa cena, principalmente bandas de Death/Core !

Se seu próximo material for nesse nível,a banda só tem a ganhar !

A primeira faixa desse material é "Profecia" faixa rápida,com o destaque maior sendo a bateria do Brenner e o gutural forte do Edu Kammer.Em seguida a segunda faixa chama-se Olhos Vendados" o riff se destacando nessa faixa com um riff cadenciado e um pouco arrastado, e novamente a bateria !
A terceira faixa "Punição" Nessa faixa o riff mais uma vez demonstra a força que a banda tem em suas composições de guitarra.a bateria em junção com o vocal te deixa empolgado.A quarta faixa "Nostradamus" faixa sensacional, ela proporciona uma vontade de baguear enorme,alem de ser uma das faixas mais pesadas e rápidas do material.
A quinta faixa "Pilhagem"com a bateria e o riff iniciando a musica,o voca entra de uma maneira surpreendente,um riff interessantemente diferente depois dos primeiros segundos de musica, alem de um show por parte do vocal nos segundos finais da faixa. "Apocalipse De Ódio" já inicia-se na pedrada, com o baterista metralhando.e nessa faixa o baixo da suas caras a tapa,com uma linha de empolgante e firme.
A sétima e penúltima faixa do álbum é "Visões" com um riff com varias “Quebradas” e claro uma bateria ativa,pesada e consciente,alem de um momento trabalho em junção com o baixo,instrumentos que acabaram elevando a musica da banda nessa faixa.
A oitava e ultima faixa "Pregação da Maldição " com uma introdução envolvendo a guitarra e um gutural cavernoso,que logo depois se juntou com os demais instrumentos,deixando essa faixa bem mais agradável.e para me surpreender um solo de bateria e baixo que implementaram essa faixa.
Destaque:Full Songs


Faixas:

1. Intro/Profecia
2. Olhos Vendados
3. Punição
4. Nostradamus
5. Pilhagem
6. Apocalipse de Ódio
7. Visões
8. Pregação da Maldição

Integrantes:

Fernando - Baixo
Brener Valverde - Bateria
Fábio Hannibal - Guitarra
Edu Kramer - Vocal
Marcel - Guitarra

Nota:8,5


Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário