segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Resenha: Seventh Sign From Heaven - Judgement of Egypt (2017)




Criada em 2016 por  Mark Neiva(ex Metraton),a banda Seventh Sign From Heaven  tem apenas um material,um EP de 5 faixas que foram gravadas no Magnus Studio e produzido por Carlos magno .

As guitarras desse EP são fenomenais ! elas criam Melodias grandiosas que fazem você querer mais e mais ,com um vicio ! os solos são “Pé no chão” nada de solos mirabolantes com mil notas jogadas,são solos que beiram o simples e que enriquecem sua musica. O contra- baixo faz seu papel de manter a musica em um único estilo(marcação ferrada nas guitarras) e da um suporte pra bateria que muitas vezes precisa de uma pegada maior.O vocal e os backvocais são brilhantes  digno de aplausos.

O som da banda teve uma encorpada maior na segunda parte do EP (3 faixa em diante), a banda tem mais liberdade nessa parte.as melodias ficaram mais fortes,o uso de violão em uma musica completa , a pegada do baixo e da bateria mudaram em relação as primeiras faixas.

 Com certeza sua melodia é a melhor característica da banda!

O material gráfico é excelente , Digipack bonito com fotos e letras da banda ,alem da capa que tem uma Art de primeira linha criada por Marcus Lorenzet e as fotos por Stephanie Fidelis.
Com certeza esse matéria vai ficar bem a mostra na minha estande,trabalhos como esse não devem ficar esquecidos e a única coisa triste é que é um EP, só estou imaginando essa belezinha como um álbum completo.

Faixa a faixa :

Na primeira faixa da banda "Judgement of Egypt" a banda mostra um metal tradicional excelente,com influencia por bandas clássicas no estilo,o riff por exemplo é melódico,é aquele riff que não joga notas atoa,mas o solo começa com uma puxada de distorção animal e isso acaba com qualquer pescoço.ainda tem as duas guitarras juntas Alá Judas Priest para fechar a faixa.

Segunda faixa "The devil fers your name" tem um ótimo trabalho do backvocal com o vocal principal,o riff faz a bateria "dar" mais de si.o baixo é como na primeira faixa ! ele pega as sobras da bateria e da guitarra e quase não tem um momento individual. Em geral a faixa é uma beleza !

Terceira faixa "Paid on the cross" é daqui em diante que a banda muda a pegada de seu som e começa a ser mais trabalha do que era nas faixas anteriores.A Jam entre as duas guitarra no começo da faixa é sensacional ! um dos melhores momentos do material.solo perfeito,bateria melhorando e assim com começa,a musica termina com aquela pegada maravilhosa do começo da faixa.

A quarta faixa “Pain in Your Eyes” tem como violão o principal instrumento e uma atmosfera totalmente bonita.A quinta e ultima faixa é “The Return” apresenta um riff pé no chão,novamente com trabalhos ideais de backvocais.uma coisa que achei interessante foi a liberdade que o contra baixo teve nos momentos de solo dos dois guitarristas,achei essa iniciativa adequada e totalmente valida.


Membros:

Vocal/ Guitarra : Mark Neiva
Guitarra: Álvaro Mkbrian
Bateria: Filhin Nascimento
Baixo : Zinha Soares


Nota:9,5


https://www.facebook.com/pg/seventhsignfromheave/photos/?ref=page_internal

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário