quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Resenha: Phelan - Wise and Free


Eu gosto mais de estilos mais extremos, mas procuro não me fechar contra outras vertentes. Até por isso, vim completamente sem preconceitos escutar este novo álbum da PHELAN. Os caras vêm do Paraná e trazem neste “Wise And Free” um trabalho bem detalhado, o qual traz muitas referências à cultura daquele estado, pegando como fio condutor a cultura Guarani.

A arte da capa é belíssima e meio que entrega o conteúdo das letras, que vem a ser um dos, senão o principal, destaques do disco. A produção é muito boa, com composições bem estruturadas e um vocalista que usa e abusa dos vocais agudos, o que pode vir a ser incômodo para alguns. Outro ponto bacana, e que não pode passar despercebido, é a presença de instrumentos não comuns ao Heavy Metal, tais como: harpa Guarani, percussão e flautas.

Apesar das referências ao Shaman (principalmente da fase do Andre Matos) e Iron Maiden, a PHELAN procura andar com as suas próprias pernas, nos trazendo um CD coeso e que acabou me ganhando pela sua sinceridade. Como destaques, a faixa título e “Storm Eagle” se sobressaem das demais, pelo menos em um primeiro momento.

Nota: 09.0/10.0

Por Ruan Nakamura

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário